Alimentação de potros desmamados

1
3875
Os macrominerais mais importantes na formulação das dietas são o Cálcio e o Fósforo

Vários fatores devem ser analisados em relação à Nutrição de equinos jovens, entre eles, disponibilidade de ingredientes, qualidade do volumoso fornecido e pastagem disponível

Não é novidade para a maioria absoluta dos criadores de cavalos que o grande desafio da Nutrição está na categoria de potros desmamados. Vários fatores devem ser analisados quanto ao programa de alimentação para animais jovens, entre eles, disponibilidade de ingredientes, qualidade do volumoso, pastagem disponível, fator econômico e mão de obra.

Levando em consideração que o potro está crescendo rapidamente e que é um potencial atleta, os erros na alimentação devem ser minimizados. Portanto, todas as classes de nutrientes precisam ser consideradas no momento da formulação e da utilização da ração para esta categoria, uma vez que são importantes para o crescimento e para o desenvolvimento adequado do animal. Devemos tomar cuidado para suprir as necessidades de energia, proteína, minerais (macro e micro) e vitaminas.

Energia
A energia é fornecida nas dietas de potros desmamados na forma de concentrados, grãos e forragens. Muita atenção deve ser dada ao perigo do alto consumo de energia, portanto, é necessário maximizar o consumo da forragem, que deve ser da mais alta qualidade, oferecendo menores porções e aumentando a frequência do fornecimento. Com esses princípios básicos de fornecimento das refeições, conseguiremos maximizar os resultados e minimizar os riscos.

O fornecimento fracionado da dieta leva a bons resultados, culminando numa secreção endócrina mais estável, além de menor probabilidade de ocorrer indução para alteração hormonal do metabolismo em geral. Uma opção, nos casos em que o montante de carboidratos ofereça riscos ao animal, é o fornecimento de óleo vegetal em até 15% da energia digestível, sem efeitos maléficos. Esse método resulta em menores picos de insulina e menor consumo de ração, devido à alta densidade energética das gorduras.

Foto cedida
A energia é fornecida nas dietas de potros desmamados na forma de concentrados, grãos e forragens
A energia é fornecida nas dietas de potros desmamados na forma de concentrados, grãos e forragens

Proteína
A nutrição proteica de potros deve manter dois fatores em vista: consumo total de proteína bruta e qualidade da proteína ou perfil de aminoácidos da proteína fornecida. Nesta fase de crescimento, em que ocorre a síntese de proteína muscular e formação óssea, ou seja, nos primeiros 12 meses de vida do potro, o perfil de aminoácidos (componentes da proteína) é especialmente importante. É também na fase de crescimento que a concentração proteica da dieta e o montante requerido são maiores do que em qualquer outra. Há também de se tomar cuidado com os excessos, pois podem provocar distrofias ósseas, além de custo econômico elevado. Várias são as fontes de proteína possíveis de serem utilizadas, porém as mais comuns são o feno de alfafa e os farelos de grãos, principalmente a soja.

Foto cedida
Nos primeiros 12 meses de vida do potro, o perfil de aminoácidos é especialmente importante
Nos primeiros 12 meses de vida do potro, o perfil de aminoácidos é especialmente importante

Minerais
Os minerais (macro e micro) são os “eternos esquecidos”, mas não menos importantes do que os demais nutrientes. Os macrominerais principais na formulação das dietas são o Cálcio e o Fósforo. Em sua maioria, os suplementos minerais oferecidos possuem maior proporção de Cálcio (Ca) em relação ao Fósforo (P), porém em algumas situações é necessária uma proporção equivalente entre os dois nutrientes (1:1), reduzindo a diferença entre os mesmos na dieta total, principalmente quando se utiliza feno de leguminosa na alimentação. Os microminerais, como Selênio, Cobre, Zinco, Manganês, Magnésio, Molibidênio, entre outros, são muito importantes na Nutrição de equinos. São responsáveis tanto no excesso, quanto na insuficiência, por problemas inflamatórios musculares, ósseos e articulares. A suplementação incorreta pode gerar graves prejuízos de desenvolvimento e reprodutivos (abortos).

Vitaminas
Uma dieta balanceada e fortificada com vitaminas A, D, E e complexo B é suficiente. O fornecimento de forragem de boa qualidade e a exposição solar diária é de extrema importância, pois ajuda a suprir as necessidades de vitaminas D, E e complexo B. A suplementação efetiva com vitamina A é sempre necessária e deve ser observada na formulação e na escolha do concentrado oferecido.

Foto cedida
Os macrominerais mais importantes na formulação das dietas são o Cálcio e o Fósforo
Os macrominerais mais importantes na formulação das dietas são o Cálcio e o Fósforo
banner-haras
Graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Especialista em Reprodução de Equinos e Bovinos. Titular da empresa LOPES - Biotecnologia da Reprodução Animal.
Compartilhar

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA